Especialistas em ELISpot e FluoroSpot

O ensaio ELISpot é considerado um dos mais sensíveis ensaios celulares, sendo utilizado no estudo de pequenas populações de células em respostas imunes específicas. Devido a sua sensibilidade superior, leitura quantitativa e facilidade de execução, o ELISpot é o imunoensaio comumente utilizado para avaliar vacinas em ensaios clínicos. Na pesquisa em câncer, o ELISpot é usado para estabelecer o perfil de respostas imunes, a fim de avaliar a eficácia de novas imunoterapias e vacinas contra o câncer. Conheça nossa linha anticorpos, kit e leitores de ELISpot.

Kit Elispot Pro Mabtech

Reagentes para ELISpot e FluoroSpot

Mabtech

Os kits, anticorpos e reagentes de alta qualidade produzidos pela Mabtech estão disponíveis para várias espécies e são apresentados em diferentes formatos, visando atender as diversas necessidades de cada grupo de pesquisa.

Leitores de ELISpot e FluoroSpot

AID ELISpot

Os leitores de última geração da marca AID foram desenvolvidos seguindo os mais rígidos padrões de controle de qualidade. As diversas opções de modelos oferecem flexibilidade ao pesquisador para escolha do equipamento mais adequado para suas aplicações.

Leitor de Elispot AID iSpot

Princípios do método

Representação do ensaio de elipot

Princípio do ensaio para análise de células T

O método Enzyme Linked immunospot é um imunoensaio altamente sensível que mede a frequência de células secretoras de citocinas, com sensibilidade capaz de detectar a resposta de uma única célula.

Neste ensaio, as células são cultivadas numa superfície revestida com um anticorpo de captura específico, na presença ou ausência de estímulos.

Proteínas, tais como as citocinas, que são secretadas pelas células serão capturadas pelos anticorpos específicos sobre a superfície de uma placa.

Após um tempo de incubação adequado, as células são removidas e a molécula secretada é detectada utilizando um anticorpo de detecção, em um procedimento semelhante ao utilizado no ensaio de ELISA.

A frequência de células B que secretam imunoglobulinas pode ser determinada através desta metodologia. Tanto as células B que secretam imunoglobulinas antígeno-específicas, ou mesmo as imunoglobulinas de todas as especificidades podem ser quantificadas. O número de células B antígeno-específicas é na maioria das vezes comparado ao número total de células B secretoras.

As células B que secretam anticorpos antígeno-específicos podem ser detectadas em circulação de 6 a 9 dias após a exposição ao antígeno (por exemplo, na vacinação). Por outro lado, células B de memória podem exigir um estímulo policlonal antes que quantidades detectáveis de anticorpos possam ser encontradas.

Representação do ensaio elispot de células B

Princípio do ensaio para análise de células B

O ensaio FluoroSpot permite a detecção simultânea de diferentes analitos secretados, com um nível de detecção de uma única célula. Este método utiliza combinações de anticorpos monoclonais com especificidades diferentes  em um ensaio tipo sanduíche, com detecção de uma ou múltiplas fluorescências.

O FluoroSpot é um ensaio sensível, robusto, e fácil de realizar, porém, este método emprega reagentes de detecção marcados com fluoróforos. Um anticorpo de detecção biotinilado é usado para um analito, e um anticorpo de detecção conjugado com outro marcador para o segundo (ou terceiro). Este protocolo permite a análise de dois ou mais analitos no mesmo poço de uma placa.

Representação do ensaio FluoroSpot

Princípio do ensaio FluoroSpot

Características

  • Imunoensaio altamente sensível
  • Utilizado para detectar a secreção de citocinas
  • Ensaio simples de realizar
  • Robusto e fácil de padronizar
  • Adequado para triagens de grande escala e pequenos ensaios
  • Permite a análise de múltiplas citocinas (FluoroSpot)

Análise automática

Material informativo

material Mabtech - reagentes para cancer research
material mabtech - Elispot
material Mabtech - Fluorospot
Material Mabtech - reagentes para detecção de imunoglobulinas
Materia Mabtech - reagentes para uso veterinário